Grupo de Práticas 2018

Disponível em Salvador e Feira de Santana

INSCRIÇÕES ENCERRADAS (SALVADOR)

 

Exclusivo para associados ABRH Bahia

Associe-se clicando aqui

Apresentação Grupos de práticas

 

                     Salvador

Diversidade e Inclusão do Trabalho  -  Saiba mais 

Com Renata Martorelli

Liderança Transformadora- Saiba mais

Com Laís Costa

Coaching Group Saiba mais

Com Bruno Simoni

Gestão do Desempenho e Meritocracia - Saiba mais

Com Geandro Silva

                     Feira de Santana

Clima Organizacional   -  Saiba mais 

Com Jacqueline Louise

Equipes de Alta Perfomance- Saiba mais

Com Keiler Lobo

Clima Organizacional

Jacqueline Louise

Coordenadora do Grupo

Graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual de Santa Cruz  - UESC. Coordenadora Pedagógica de Educação Continuada do SESI – BA. Pos graduanda em Pedagogia empresarial- UNINTER com mais de 08 anos de experiência na área de desenvolvimento e formação de profissionais. Certificada em Storytelling – Idea Mkt e Auditora Interna ISO 9001 – 2015 – ABS Quality Evaluations.

Please reload

APRESENTAÇÃO:

Atualmente a discussão sobre o clima organizacional é algo de extrema relevância, visto que,  as discussões acerca do tema ainda é algo  complexo e subjetivo, onde as pessoas - suas crenças, valores, comportamentos e relacionamentos - passam a ser determinantes para o alcance de resultados nas organizações, desta forma, o Grupo de práticas em Clima Organizacional, busca realizar essa troca de experiências e relatos entre gestores e profissionais de RH sobre as práticas desenvolvidas nas organizações a fim de verificar a efetividade das ferramentas aplicadas e consequentemente ações implantadas após identificação do clima organizacional nas empresas,possibilitando assim compartilhar experiências cotidianas positivas de resultados satisfatórios alcançado nas organizações

OBJETIVOS GERAL:

  • Compartilhar experiências cotidianas positivas de resultados satisfatórios alcançado nas organizaçõesapós identificação do clima organizacional.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS (a ser validado no primeiro encontro do grupo)

  • Debater a importância do bom clima organizacional para os colaboradores e o alcance de resultados;

  • Apresentar fatores que interferem na motivação de colaboradores e, consequentemente, nos resultados alcançados com o desenvolvimento de suas funções;

  • Identificarestratégias inovadoras e adequadas utilizadas para conhecimentodo clima organizacional nos ambientes corporativos;

  • Verificara eficácia das ferramentas aplicadas na identificação do clima organizacional;

  • Perceber o clima organizacional como uma potencial ferramenta de gestão;

  • Discutir a influência do clima organizacional e a produtividade dos colaboradores na organização;

  • Desmistificar aspectos negativos com relação a percepção sobre a empresa na identificação do clima organizacional;

  • Reconhecer os fatores que dificultam a manutenção de um clima organizacional produtivo para intervenção de forma significativa;

  • Relacionar os principais aspectos comportamentais e motivacionais apresentados ao desempenho no trabalho identificado em pesquisas de clima;

  • Refletir o papel do RH no acompanhamento do Clima Organizacional nas instituições.

 

METODOLOGIA:

Para estudo do tema será utilizado metodologias diferenciadas a saber;

·       Exploratória através de investigação tema, por meio de pesquisas, leituras, reflexões, painéis, vídeos, estudos de caso, exercícios textos/dinâmicas para posterior discussão e aprofundamento em grupo;

·       Quantitativa com a exposição de práticas locais visando a análise crítica do tema com aplicação de técnicas estatísticas em números para checagem de resultados.

·       Qualitativa que devera apresentar os resultados através de percepções e análises esta permite também a descriçãoda complexidade do problema e a interação de variáveis.

Propõe-se apostar na combinação de quantitativo e qualitativo (quali-quanti).​ Utilizaremos um formato interativo onde haverá sempre a correlação de teoria e prática acerca do tema.

CALENDÁRIO:

 

*Encontro mensal, sempre as quintas-feiras, das 18h:00 ás 20h:00

Local: Adm Vital

Equipe de Alta Performace

Keiler Lobo de Souza

Coordenador do Grupo

Cursando o ensino superior em Administração de Empresas pelo Centro Universitário Internacional-Uninter, High Performance Life Coaching pelo Instituto Coaching Brasil, Líder Empreededor Coaching pela Brascoaching, Analista de Mapeamento de Perfil Comportamental pela Solides. Experiência de 11 anos nas áreas de logística e gestão de pessoas, foi consultor pela HNF Consultoria gerenciando projetos e ações para o crescimento da lucratividade e reduzindo em média 30% os custos da logística. Conhecimento avançado das ferramentas do pacote Office, Especialista no Sistema de Gerenciamento de Armazéns WMS Winthor. Habilidade em lidar com: empresários, clientes, fornecedores, público em geral.

Please reload

APRESENTAÇÃO:

​​As organizações precisam implantar estratégias que as tornem mais competitivas e prontas para aproveitar as oportunidades proporcionadas pelas mudanças, procurando obter os melhores resultados através de seus recursos humanos, e num mercado tão competitivo, ágil e exigente, num cenário em que as empresas precisam maximizar a eficiência, otimizando os recursos, seja: material, financeiro ou humano, o desenvolvimento de times e equipes de alta performance tem se tornado um diferencial.

OBJETIVOS GERAL:

Estruturar os principais conceitos práticos e teóricos em relação a equipes de alta performance,avaliar o papel do líder como desenvolvedor e incentivador de desempenho,discutir a estima do líder na concepção e gerenciamento de equipes de trabalho,compreender as vantagens que essas equipes podem proporcionar a organização, bem como a busca por inovações que possam ser aproveitadasnas organizações.

 

OBJETIVOS ESPECÍFICOS (a ser validado no primeiro encontro do grupo)

  • Conceituar alta performance e sua aplicabilidade;

  • Discutir a diferença entre equipes normais e de alta performance;

  • Contextualizar a importância das equipes de alta performance;

  • Desenvolver técnicas para melhorar a produtividade e diálogo nas equipes de trabalho;

  • Discutir fundamentos da liderança;

  • Discutir o papel do líder na formação de equipes;

  • Discutir o fortalecimento da capacidade de liderança e tranqüilidade para a tomada de decisões;

  • Trabalhar competências necessárias para tornar uma equipe de alta performance;

  • Abordar a fortificaçãodo trabalho em equipe e melhoria no clima organizacional;

  • Trabalhar aumento do comprometimento geral da equipe, realização de metas e objetivos, e foco na solução, e não nos problemas.

METODOLOGIA:

Baseada na metodologia coaching, com o auxilio de ferramentas, técnicas e perguntas que visa estimular os participantes aanalisaras características e valores utilizados atualmente nas organizações, alem de despertar insigthesna busca de soluções sustentáveis,fazendo uma distinção do real e o ideal, com base em praticas e teorias trabalhadas no dia a dia, dos participantes do grupo. Realizando debates, dinâmicas em grupo, estudos de caso, vídeos, cases de sucesso e vivencias do grupo, aliando criatividade, inovação, respeito e ética, estimulando sempre a mudança de mindset.

CALENDÁRIO:

 

*Encontro mensal, sempre as terças - feiras, das 18h:00 ás 20h:00

Local: Adm Vital

Diversidade e Inclusão do Trabalho

 

Renata Martorelli

Coordenadora do Grupo

Graduada em administração pela Universidade São Marcos, especialista MBA em gestão estratégica pela UNIFMU, formação em psicologia social, educação popular, projetos criativos, colaborativos e sustentáveis, intervenções comunitárias, entre outras. Já atuou como gestora de projetos nas áreas: recursos humanos, saúde, educação, assistência social, com planejamento estratégico, processos de desenvolvimento organizacional e sustentabilidade, desenvolvimento de ações de responsabilidade social, alianças e parcerias intersetoriais, promoção da diversidade e inclusão de pessoas em situação de vulnerabilidade social, desde 2004 na área de gestão e educação profissional para inclusão de pessoas com deficiência. Experiência Internacional na Universidade de Salamanca – Espanha. Atualmente é Diretora Presidente da PONTOS DIVERSOS – Associação para Promoção da Diversidade Sociocultural e Ambiental, secretária executiva do FOBAP – Fórum Baiano de Aprendizagem Profissional e membro da Câmara Temática Eixo Promoção de Igualdade da Pessoas com Deficiência - Agenda Bahia do Trabalho Decente.

Please reload

APRESENTAÇÃO:

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) é uma agência das Nações Unidas que tem por missão promover oportunidades para que homens e mulheres possam ter acesso a um trabalho decente e produtivo, em condições de liberdade, equidade, segurança e dignidade humana. O Trabalho Decente, conceito formalizado pela OIT em 1999, sintetiza a sua missão histórica, sendo considerado condição fundamental para a superação da pobreza, a redução das desigualdades sociais, a garantia da governabilidade democrática e o desenvolvimento sustentável.

Conforme preconizado pela OIT, nas duas últimas décadas, as empresas de alta performance têm direcionado foco em ações, políticas e estratégias de diversidade e inclusão. Muito além de cumprimento das exigências legais, tais organizações
entendem a diversidade como potencializadora de inovação, atração, retenção, promoção de talento e de competências diversas e representa uma mais-valia ao tornar a própria organização, um espelho da sociedade onde se insere e atua. Uma cultura de diversidade contribui para o desenvolvimento pessoal e profissional, para a eficiência, competitividade e sustentabilidade das organizações e para a melhoria das condições sociais e econômicas.

 

OBJETIVOS GERAL:

 

Estruturar conhecimentos, práticas e ações afirmativas no que se refere a inclusão e a diversidade em ambientes corporativos.

 

OBJETIVOS ESPECÍFICOS (a ser validado no primeiro encontro do grupo)

  • Contextualizar os conceitos referentes à diversidade, políticas públicas e grupos focais vulneráveis à discriminação no mercado de trabalho

  • Tratar sobre Gestão, Políticas e Ações Afirmativas para Promoção da
    Diversidade: Grupos focais e relações de trabalho I – (pessoa com deficiência)

  • Tratar sobre Gestão, Políticas e Ações Afirmativas para Promoção da
    Diversidade: Grupos focais e relações de trabalho II – (gênero e raça/etnia)

  • Tratar sobre Gestão, Políticas e Ações Afirmativas para Promoção da
    Diversidade: Grupos focais e relações de trabalho III - (religião e geracional)

  • Tratar sobre Gestão, Políticas e Ações Afirmativas para Promoção da
    Diversidade: Grupos focais e relações de trabalho IV – (pessoas socialmente excluídas e orientação sexual)

  • Diversidade: Inclusão ou Estratégia? Adoção de estratégias organizacionais na busca por posicionamento competitivo: Imagem Institucional, Responsabilidade Social e Sustentabilidade

 

METODOLOGIA:

 

Será utilizada como metodologia a difusão de conceitos, experiências pessoais e profissionais relacionados a prática cotidiana, atividades, dinâmicas e troca de vivências que possam exercitar e experimentar os conteúdos abordados em seus diversos âmbitos e possibilidades, sempre com a pretensão de tornar o espaço de aprendizagem um ambiente diverso e inclusivo.

 

CALENDÁRIO:

*Encontro mensal, sempre as terças-feiras, das 18h30 ás 21h30

Local: UNIJORGE Campus Tancredo Neves.

 

Liderança Transformadora