Ainda dá tempo de conseguir trabalho neste final de ano



Lojas de shopping e comércio de rua contratam temporários

As vagas temporárias para o fim do ano, abertas no setor de serviço, indústria e no varejo, representam a oportunidade de inserção no mercado de trabalho. Na Bahia, dentro do período de contratações que começou em setembro, a previsão é que 2.381 postos sazonais estejam ocupados até o Natal, aumento de 5,3% em relação a 2016, indica um levantamento da Associação Brasileira do Trabalho Temporário (Asserttem). E ainda dá tempo para quem não conseguiu uma colocação. A previsão é que só em dezembro sejam abertos mais de 500 postos no estado.

Na busca por uma oportunidade de emprego temporário, a estudante Anaís Mattos, de 20 anos, utiliza como estratégia a distribuição de currículos pelos sites e lojas físicas de empresas próximas do Rio Vermelho, bairro onde mora.

No começo do mês, o método de procura resultou na realização de processos seletivos para a função de vendedora em empresas de vestuário. Para conciliar a rotina de estudo do quarto semestre de arquitetura com o trabalho, ela tem dado preferência para as oportunidades que surgem em lojas de rua da cidade.

"Na maioria dos casos, a jornada de trabalho do comércio de rua é menor e mais flexível, quando comparada com a do shopping. Acredito que essa característica vai facilitar a organização do meu tempo de estudo", conta Anaís.

Agregado ao currículo de Anaís, a experiência do trabalho temporário realizado em uma loja de roupas de shopping, no ano passado, contribuiu para o processo de aprendizado sobre a lógica de funcionamento da função.

Para aumentar a chance de conseguir uma vaga temporária de emprego, é importante destacar no currículo habilidades profissionais e comportamentais que possam contribuir para a atividade que será exercida, recomenda Cezar Almeida, coach de desenvolvimento pessoal e presidente da Associação Brasileira de Recursos Humanos da Bahia (ABRH-BA).

"O ponto principal é identificar as suas habilidades. No geral, as vagas temporárias não estão ligadas de forma direta com a sua área de formação ou experiência profissional anterior. Isso faz com que seja interessante colocar habilidades profissionais e comportamentais mais amplas, como, por exemplo, facilidade em lidar com pessoas", explica Almeida.

Contratações em alta

A previsão de aumento do número de trabalhadores temporários contratados para o Natal, em relação ao ano passado, representa um sinal de melhora na economia do país, acredita Cristian Giuriato, diretor da Asserttem no Nordeste. "No momento de crise, o número de trabalhadores temporários despenca. Isso é justificado por uma lógica simples: quando a mercadoria não é vendida, a mão de obra é mandada embora. Assim como ocorreu no país, a expectativa de aumento do número de trabalhadores temporários na Bahia é o sinal de recuperação econômica", explica.

Giuriato acredita que o aumento do número de trabalhadores temporários vai refletir na elevação do contingente de profissionais efetivados após o Natal, principalmente no setor de varejo.

*Sob supervisão da editora Cassandra Barteló

Fonte: A Tarde

#Emprego #Trabalho #ABRHBahia #Temporário #Contratação

31 visualizações

Av. Tancredo Neves, nº 3343. Salvador/Bahia.

Tel. (71) 3341-0877
Whatsapp. (71) 99901-3360
  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn
  • Twitter
Afiliada à

© 2019, ABRH-BA, Todos os direitos reservados.